sábado, 12 de maio de 2007

QUEM você é e ONDE você está


Região relativamente nova na Via-Láctea com intensa formação de estrelas com massa (do tipo do sol) e sistemas planetários. Fonte: http://www.jpl.nasa.gov/

Quem você é e onde você está - Já se perguntou profundamente isso?
Você sabe realmente onde você está? Já parou para pensar que o nosso sol é uma estrela de 5a grandeza e que há coisas no universo ainda maiores que a Via Láctea, como os quasars, que são milhares de vezes maiores do que qualquer galáxia?
Navegando por sites como o da NASA, constatei que não sou alguém. Não. Alguém é uma Galáxia, ou um Quasar. Eu sou apenas um átomo. Ou melhor, um elétron...ou melhor... um quase nada.
Seria clichê dizer que, perante o universo, nosso problemas são insignificantes. Mas por outro lado, vale comentar que diante desta imensidão (imenso=imensurável ou não medido)nossos desejos e realizações também são muito pequenos, por tanto possíveis de serem conquistados.
Refletindo sobre a imensidão universal me senti inacreditavelmente feliz em ser uma galáxia. Sim. Se chamo de "eu" as células de meu corpo, posso sem dúvida dizer que sou uma galáxia ou até algo muito maior... Meu egoísmo foi incinerado até as últimas cinzas e pude me sentir feliz em ser parte - uma ínfima parte que seja - de algo verdadeiramente grandioso, maior do que qualquer coisa que eu possa um dia realizar ou criar.
Meus sonhos finalmente se mostraram possíveis, já que diante do universo, meus desejos enviados às estrelas eram migalhas jogadas aos pombos. Por fim, considero que é possível ser qualquer coisa em meio a essa infinita diversidade e não acho mais um sacrifício para as circunstâncias me favorecerem quando quero. Tudo é possível e abundante neste universo de leis tão perfeitas e harmônicas.
Basta que se saiba quem você é e onde você está.

4 comentários:

bhavaraja disse...

A nossa consciência ainda que limitada nos favorece essa reflexão. A consciência espacial é uma das mais importantes fases das nossas descobertas, enquanto seres humanos, mas lembrando que a noções de localidade espacial que temos é infinitamente limitada diante do todo. Por isso, ainda está em tempo, para aqueles que se acham alguma coisa, ou que acham que tem alguma coisa, possam pensar acerca do o universo. Desta forma, está reflexão poderá nos auxiliar a perceber o temanho da nossa mediocridade e pequenez refletida de maneira atrofiada através do espelho do seu ego.
Sendo assim, está de parabens pessoas como SHAKTI, que promove textos desta natureza, que natureza!!rss

Anônimo disse...

Bom, parece que você descobriu o "segredo"!

Nana disse...

Eu só sei que sou uma "ínfima partícula do Universo". E ainda há muito mais para saber e/ou descobrir... Beijo, Shakti!

ANNA ROSA disse...

Ah, eu fiquei extasiada por vários dias quando enfim compreendi isso. Ainda não me acostumei com a idéia mas me sinto bem mais confortável no mundo. Melhoraria mais ainda se convivesse com muitas pessoas sabendo disso. Infelizmente, alguns importantes conhecimentos só é dado a alguns.
Bom, de minha parte, estou feliz por fazer parte de DEUS!!!bjs Mamãe